Tay – Amante das artes

.

.

Amar a arte como um todo é uma característica da designer e artista Taymerê Fonseca.

Uma pessoa sensível que retrata em sua vida e arte, a captação do belo e a energia que emana de todos os seres.

.

  Fluir

.

Sua visão do mundo é pura, leve e a tranparência de sua arte retrata todo este sentimento.

Uma grande artista, inclusive no canto, na música e na arte do reiki, nos faz ver, através de suas fotografias de Belo Horizonte, uma cidade de leveza constante, onde transformar o bruto na essência da arte é uma de suas características.

.

Seculuz
.


Cidade sobre céu azul
.
Entrelinhas

.

Taymerê, nossa querida Tay como é chamada, mostra ao @espaçohorizonte e ao nossos leitores,  seus sentimentos, através de suas palavras:

“Designer, amante das artes, encontrei respiro na fotografia. Descobri que observar atentamente meu entorno evidencia a beleza presente em lugares comuns e eleva a mente. A partir do exercício de olhar investigando, reuni alguns de meus registros para mostrar os Caminhos que percorri até agora.”

.



Brilhante vermelho
.
O peso da luz

.

Fez uma exposição aqui em Belo Horizonte, intitulada Caminhos, e aqui, ela nos descreve sua experiência:

“Foi a luz do inverno de 2018 que me convidou para esse passeio. Aceitei. O espaço entre trabalho e casa era o ponto de encontro.
De dentro do ônibus, o olhar atento me revelou o que já estava ali, uma presença até então tímida.
Explorar. Investigar. Passei a olhar e enxergar. Caminhos mostra esse percurso de descoberta constante que agora se expande para onde quer que eu passe. Vem comigo…”

.

Olhar para a janela que quiser

.

Peso pluma

.

Esperança

.

Movimento luz 6

.

Olhando suas fotos, fico sem tempo, a admirá-las, tentando descobrir o misto se sentimentos e sensações que ocorrem dentro de mim.

.

Pastilhas panorama

.

Olhar além

.

Linhas do centro

.

E admirando estra mostra, a cada dia, tenho mais certeza que o homem é a pura expressão de sentimentos profundos que transparecem através de suas atitudes e emoções.

Todas as fotografias de Taymerê Fonseca estão disponíveis para a venda.

Você pode entrar em contato pelo instagram:  @taymere

.

Cantos

.

Na sensibilidade da arte podemos ser tocados nos sentimentos e na alma!

                                                                                               Sandrinha Coelho

Guido Boletti em o Nascimento do Peixe Filósofo

.

Guido Boletti é um artista que envolve sua arte com música e poesia.

                                                                                      Matéria de Sandra Coelho

O NASCIMENTO DO PEIXE FILÓSOFO

.

O nascimento do peixe filósofo / acrílica sobre tela /cm100 x 100 / 2019.

.

O Nascimento do Peixe Filósofo é projeto de uma exposição que Guido Boletti idealizou,  com a intenção de propor uma reflexão.  Esta, formada de um só corpo, foi constituída de 20 a 30 obras, pinturas acrílicas sobre tela, de dimensões variadas entre médias e grandes e que abordam o tema proposto de forma lúdica.

Durante seus 30 anos de arte, o aspecto lúdico sempre foi associado à  sua  produção, em sintonia com a visão socrática da educação.

No caso específico desta mostra, com a intenção de servir como estímulo dialético para o admirador de sua obra, Guido Boletti lança a isca para que seu espectador possa “pescar dentro de si mesmo” O Peixe “Filósofo” que habita em cada um de nós.

.

   Anassimandro /acrílica sobre tela / cm 50x 150 / 2019

.

  Koy /acrílica sobre tela / cm 60 x 120 / 2019

.

   Platão /acrílica sobre tela / cm 50 x 150 / 2019

.

Dialética /acrílica sobre tela / cm 50 x 150 / 2019

.

Perguntei a Guido Boletti qual foi a influência e a inspiração para o tema O Nascimento do Peixe Filósofo:

“Com certeza toda esta produção foi fortemente influenciada pela minha inscrição na Universidade Federal. 

De fato em 2019 iniciei meu caminho no curso de Filosofia aqui em São João del-Rei. Esta disciplina sempre me atraiu e a vida foi abrindo espaço para que eu tivesse a oportunidade de me aproximar dela.

Com muita felicidade.

Mas ainda estou bem longe de poder filosofar com propriedade e assim procurei no peixe o meu alter ego ancestral, um observador sem palavras, com a possibilidade de mergulhar nos abismos mais profundos e, por outro lado, capaz até de voar…

A filosofia é reflexão, é pensamento, e tudo isso é invisível e abstrato.

Porém o pensamento, ou o pensador, tem a necessidade de se conhecer, de ter consciência de si e no instante em que vai se conhecendo não é mais abstrato, aparece no mundo real, que é material e nele ganha sons, cores e formas.

Não tem como ouvir o pensamento puro,  no momento que você o escuta ele já é som, ou não pode vê-lo e no momento que o vê è porque virou cor e/ou forma.

Assim, também, não pode tocá-lo e nem pode cheirá-lo ou beijá-lo… mas o que se pode é perseguir a utopia que chamamos de arte para tentar mostrá-lo como ele é, claramente sem nunca alcançar esse objetivo por completo.

Trata-se de mergulhar no “oceano” da mente seguindo as correntezas do pensamento.

Nessa eterna tentativa, nessa infinita esperança acontece o milagre da vida e o peixe, como representante bem ancestral dela,  a contempla.”

.

 Suprassunção /acrílica sobre tela / cm 150 x 150 / 2019

.

Veja com exclusividade algumas telas desta mostra, de uma exposição fisica não realizada em razão da COVID-19. 

Guido Boletti,  grande amigo que é, cedeu ao JORNAL ESPAÇO HORIZONTE as imagens inéditas das telas.

As telas  desta coleção estão disponíveis e podem ser comercializadas diretamente com Guido em seu site ou instagram.

Sucesso ao nosso filósofo pintor!!!     

.


  Logos /acrílica sobre tela / cm 150 x 150 / 2019

.

Oceanicamente /acrílica sobre tela / cm 80 x 80 / 2019

.

Leviatano /acrílica sobre tela / cm 50 x 150 / 2019

.

Contatos:

Telefone. : (32) 99992 01261

site: www.guidoboletti.net

e-mail: info@guidoboletti.net

| skype: guidoboletti

@guidoboletti

Guido Boletti – Conheça um pouco de sua arte

.

cardume em canto acrílica sobre tel 190 x 40

.

Artista italiano autodidata (Milão, 1961), Guido Boletti buscou na música a primeira fonte de inspiração para dedicar-se à pintura, no final dos anos 80.

O contato com a cultura brasileira, através das viagens na década de 90 e da posterior residência no país influenciou definitivamente a sua obra, enriquecendo seu mundo mágico com novas cores, energias e inspirações.

.

Seu trabalho inclui pintura, vitrais, cerâmica, serigrafia, joias e ilustrações para capas de CD’s e livros. Nos últimos anos desenvolveu um percurso de pintura ao vivo em forma de happenings em espaços públicos, televisivos e teatrais. O mais recente de todos é o show “Improvisual”, com pintura e música ao vivo.

Radicado em São João del-Rei, onde mantém seu atelier aberto à visitação, Guido tem participado de numerosas exposições individuais e coletivas em  cidades italianas e brasileiras, além de possuir obras expostas em galerias, museus públicos e privados, no Brasil e no exterior.

Sou admiradora da obra de Guido Boletti e na próxima reportagem trarei para os nossos leitores fotos inéditas das últimas telas pintadas pelo artista e também mais informações sobre sua obra.

Sandrinha Coelho

adagio per laura acrílica sobre tel 150 x 60

.

Contatos:

Telefone. : (32) 99920 1261

site: guidoboletti.net

e-mail: info@guidoboletti.net

| skype: guidoboletti

@guidoboletti

https://www.instagram.com/guidoboletti/

PRIMAVERA – Exposição reúne 19 artistas na Errol Flynn Galeria de Arte

.

.

                      Fotos e informações enviadas pela Errol Flynn Galeria de Arte

“Abre-te, Primavera!

Tenho um poema à espera

 De teu sorisso.

Um poema indeciso

Entre a coragem e a corvadia…”. (Miguel Torga: poeta português).

.

.

Exposição une arte, flores e cores

A exposição Primavera, com entrada franca, acontece de 10 a 30 de novembro, na Errol Flynn Galeria de Arte, em Belo Horizonte (MG)

Em momento tão delicado vivenciado pela humanidade, a Errol Flynn Galeria de Arte decidiu, através da arte e dos artistas, realizar uma exposição temática que remete à alegria, à esperança, à paz, à positividade: a Primavera – a mais bela estação das flores e que inspira sempre artistas e poetas em todo mundo. A exposição poderá ser visitada, com entrada franca, de 10 a 30 de novembro, de segundas às sextas, de 10 às 18 hs, e aos sábados, de 9 às 13 hs, na sede da galeria, localizada na rua Curitiba, 1862, bairro Lourdes, em Belo Horizonte (MG). A exposição convida o público a conhecer 78 obras, sendo a maioria pinturas e alguns objetos. Os preços das obras variam entre R$ 4.000,00 a R$ 60.000,00.

A mostra reúne 19 artistas de diferentes linguagens e gerações, alguns já consagrados, outros emergentes e, por fim, outros ainda com poucos anos de carreira, mas com imenso talento. Dentre eles, estão Alexandre Rato, Alfredo Vieira, André Burian, Antônio Eustáquio, Célio Faria, Diego Mendonça, Elias Layon, Fernando Lucchesi, Fernando Pacheco, Henry Victor, Jorge Fonseca, Márcio Schiaz, Mário Mariano, Nello Nuno (in memorian), Orlando Castaño, Pedro Guedes, Rui de Paula, Sérgio Telles e Yara Tupynambá.

Entre os participantes, podemos destacar como artistas mais relevantes: Sergio Telles, Yara Tupynambá, Jorge Fonseca e Fernando Lucchesi, seja pela carreira internacional, nacional ou regional, seja pela trajetória de prêmios, livros editados, murais tombados pelo patrimônio histórico e obras importantes em acervos públicos e particulares.

De acordo com o marchand Leonardo Reis, o objetivo da exposição é reativar o circuito cultural da cidade no setor de artes plásticas e valorizar a arte e os artistas, trazendo, ao mesmo tempo, um pouco de alegria e esperança para as pessoas em Belo Horizonte que poderão apreciar o belo acervo fisicamente e em todo Brasil, virtualmente, através do site www.errol.com.br.

“As perspectivas são extraordinárias. Acreditamos que teremos uma mega visitação por causa do conjunto fantástico de trabalhos que conseguimos com a participação dos 19 artistas. Acreditamos que teremos muitas vendas pois os trabalhos estão maravilhosos, trazem linguagens bem diferentes umas das outras o que facilita agradar os diversos perfis de compradores além de que os artistas se superaram positivamente nas expectativas e produção das obras”, afirma.

Leonardo Reis ressalta que o catálogo da exposição foi diagramado pelo “Papa” da crítica de arte no Brasil, o premiadíssimo Olívio Tavares de Araújo.

.

.

Serão rigorosamente obedecidos todos os protocolos e limitações determinados pelas autoridades municipais de saúde. É exigido, para visitação, o uso de máscara. O álcool em gel está disponível na galeria para os visitantes. “A visitação máxima será de 30 pessoas, no mesmo momento, incluindo funcionários. São quase 450 metros quadrados no total, mas preferimos trabalhar com larga margem de segurança a fim de deixarmos os visitantes bem à vontade e seguros”, diz Leonardo Reis.

Serviço:

Exposição Primavera

Local: Errol Flynn Galeria de Arte

Data: 10 a 30 de novembro de 2020

Horário: De segunda a sexta-feira das 10 às 18 h e sábados das 9 às 13 h

Endereço: Rua Curitiba, 1862, Lourdes –  BH- MG

Entrada franca

Estacionamento privativo

www.errol.com.br

errolflynn.galeria@terra.com.br

@errolflynngaleriadearte

@errolflynngaleriadearte